TIPO DO LEILÃO

VALORES

LOCALIZAÇÃO

TIPO DO BEM

VAGAS
1 2 3 4 ou mais
ÁREA M²
LIMPAR
Veja todos leilões judiciais Veja todos leilões de imóveis Veja todos leilões de arte autoral


Casa - R. Canaan, 530, Chácara Flora

897,89m²
2.561,00m²
4 ou +
3 ou +
4 ou +
CONDOMÍNIO: R$2.500,00
IPTU MENSAL: R$10.514,96

A apregoação acima prossegue pelo valor mínimo inicial fixado e para captação de ofertas PARA PAGAMENTO À VISTA do preço da arrematação, ante o disposto pelo § 7º do artigo 895 do CPC:


Art. 895.  O interessado em adquirir o bem penhorado em prestações poderá apresentar, por escrito:

(...)

§ 7º. A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamento parcelado.


Isto porque, conforme admite o artigo 895 do Código de Processo Civil, em 19 de outubro de 2018 foi apresentada proposta para pagamento parcelado do preço da arrematação, no valor de R$ 3.367.564,58 (três milhões, trezentos e sessenta e sete mil, quinhentos e sessenta e quatro reais e cinquenta e oito centavos).


Eventuais demais ofertas em valores superiores a esta citada cifra ofertada e exclusivamente para pagamento parcelado do preço da arrematação deverão ser encaminhadas por escrito ao sistema gestor, nos termos e moldes estabelecidos pelo respectivo Edital de Leilões,  acima.



Descrição tabular:
01 (uma) Casa e respectivo Terreno situados nesta Capital/SP à atual Rua Canaan, 530 (antiga Rua Quatro) constante do lote nº 10 da quadra nº 02 da Chácara Flora, no 29º Subdistrito - Santo Amaro, medindo 55,40m em linha curva de frente para a Rua Canaan, por 52m do lado direito, 65,10m do lado esquerdo e 30,20 nos fundos, encerrando a área de terreno de 2.561m² e confrontando, de quem da rua olha, nos lados e nos fundos com Orury Albert McMillem. Área  construída de 897,89m².

Atenção:
Em 17 de outubro p.p., ainda em diligências para melhor cumprir seu mister, o leiloeiro oficial logrou verificar o atual número de inscrição (SQL) do imóvel apregoado na municipalidade de São Paulo, qual seja: 090.479.0140-1.

Por consequência, munido de tal informação foi possível auferir que sobre o imóvel em voga pesam os seguintes débitos de IPTU, não inscritos na dívida ativa até o momento:

Exercício 2018: R$ 127.066,56 
Exercício 2017: R$ 117.408,87
Exercício 2016: R$ 113.007,85
Exercício 2015: R$ 107.692,92
Exercício 2014: R$ 104.180,75
Exercício 2013: R$ 104.363,56
Exercício 2012: R$ 105.341,42

Vale recordar, por sua vez, que o Edital de hastas públicas prevê que "Além de cada um dos dispositivos legais acima citados, serão aplicados na alienação em voga o parágrafo único do artigo 130 do Código Tributário Nacional, para fins de sub-rogação dos débitos tributários de caráter propter rem sobre o produto da arrematação, se o caso"

É possível baixar todas as informações nos botões acima.