TIPO DO LEILÃO

VALORES

LOCALIZAÇÃO

TIPO DO BEM

VAGAS
1 2 3 4 ou mais
ÁREA M²
LIMPAR
Veja todos leilões judiciais Veja todos leilões de imóveis Veja todos leilões de arte autoral


Cachoeira

Artista: Jaime Prades
Título: Cachoeira
Ano: 2020
Técnica: Alumínio, aço e pintura automotiva
Suporte: intervenção artística
Dimensões (a x l x p): 75 x 55
Tiragem: 01

Convidado por Maria Alice Milliet, aceitei o desafio de interferir num objeto com design tão particular caracterizado pelo total compromisso da forma à função. A aparência, a plástica da banqueta Salli é determinada 100% pela sua ergonomia. A ausência de qualquer concessão à harmonia formal resulta nesse selim estranho. Percebe-se algo de artesanal no trato das suas formas. Talvez tenha sido criada a partir de uma escultura de madeira trabalhada sabiamente. De resto, sua estrutura e mecanismos apesar da qualidade dos materiais, não diferem de muitas cadeiras convencionais. Transformei a banqueta numa espécie de cachoeira de signos.


São mais de 80 peças trabalhadas manualmente e ligadas com micro fios de aço. Reutilizei um material muito especial. É um tipo de alumínio considerado dos melhores em pureza e estabilidade. São chapas produzidas para serem utilizadas nas impressoras offset industriais. As peças foram pintadas com tintas de alta resistência. Através da observação da banqueta percebi que para não sobrepor-me ao seu design, deveria encontrar uma maneira de criar transparências evitando esconder a peça. Para criar esse diálogo e harmonizar essa convivência trabalhei com os pendentes que combinaram leveza e transparência com movimentos descendentes. Essa fluidez preencheu o espaço vazio que pertence como extensão ao objeto. Procedi com os cabos de aço conectados nos pontos chaves do banco. Eles foram calculadamente colocados e aprumados.


Todo o trabalho seguiu com uma construção que posso chamar de cirúrgica. Adjetivo que imagino conhecem bem. Basicamente é isso. Agradeço pela oportunidade de realizar esse projeto que é provocado pelo espírito da criatividade que é o que nos permite expandir nossos horizontes. A arte nos ensina a materializar os sonhos.


Jaime Prades.


SOBRE O ARTISTA


JAIME PRADES, Artista brasileiro, nascido na Espanha em 1958, vive e trabalha em São Paulo desde 1975. Nos anos 80 integrou o coletivo TUPINÃODÁ, grupo que é hoje referência histórica de ações artísticas  contemporâneas nos espaços públicos urbanos.
Com mais de 30 anos de trabalho produziu intensa obra de pinturas, esculturas, desenhos, objetos e instalações. Seu traço marcante é rapidamente identificado apesar da grande variedade de suportes e linguagens que criou devido à sua permanente experimentação.
Seu trabalho é referência sobre questões como os limites entre os espaços públicos e privados; o abandono e descaracterização das comunidades; o valor da obra de arte diante do desprestígio das artes vernaculares; as cidades como suporte; o palco urbano como território de convivência, entre outras.

Dirigida pelo Prof. Dr. Kasuo Miyake, a Clínica Miyake promove o projeto Arte na Clínica.

E a Casa Reis Leilões tem o privilégio de participar de mais uma iniciativa solidária desta ação.

Em parceria com a Salli Brasil, a Clínica Miyake patrocina leilão beneficente em prol da ONG Florescer  e oferece Cachoeira, do artista Jaime Prades.


Convidado pela curadora Maria Alice Milliet, o artista plástico espanhol Jaime Prades mais uma vez nos premia com o requinte e genialidade de suas criações.

Participe desta ação. Dê seu lance e leve para casa essa obra de arte.


Não esqueça que é preciso criar sua conta e pedir habilitação para o leilão!